25
Seg, Mar

Com apenas cinco anos de idade, Htin Khin estava se preparando para se tornar o líder espiritual na aldeia onde vivia, na Ásia. Ele foi enviado por seus pais para uma instituição religiosa budista, onde cresceu aprendendo os rituais e estudando as crenças.

Aos 20 anos, Htin se tornou oficialmente líder de cerca de 500 famílias, onde todos o obedeciam, pois, a crença deles é que o jovem seria uma espécie de ‘deus’ na terra. Por isso, recebia sempre comida em abundância, presentes caros e a adoração dos fiéis.

Ao longo dos anos ele construiu 20 novas instituições religiosas e treinou pouco mais de 400 jovens. Esses discípulos eram encarregados de ensinar os preceitos religiosos na região.

Htin nunca tinha ouvido falar de Jesus, mas aos 41 anos ele conheceu o pastor Tamkinat. Ouviu pela primeira vez na vida o Evangelho de Cristo através do missionário da Gospel for Asia, que fora enviado para trabalhar em uma cidade vizinha.

Tamkinat pregou para Htin, explicando as diferenças entre o cristianismo e o budismo. Como o pastor tinha também crescido na mesma tradição, sabia exatamente como ajudar o novo amigo a entender a verdade sobre Jesus.

Após vários encontros, Htin Khin participou de uma conferência cristã de quatro dias. Somente então reconheceu que Jesus era o seu Salvador.

Rompendo com uma vida toda de tradições, anunciou que iria abandonar sua posição de líder religioso para seguir os passos de Cristo. Obviamente precisou lidar com a insatisfação dos moradores de sua aldeia, mas Htin hoje permanece nos caminhos do Senhor, anunciando seu amor por onde passa.

Daniel Guimarães é cozinheiro profissional, mas resolveu utilizar sua profissão também para fazer a obra missionária atuando em projetos sociais no Brasil e na África.

Dessa experiência como missionário surgiu o ministério “O Cozinheiro de Deus” onde ele capacita pessoas para que elas montem unidades de fabricação de alimentos em campos missionários.

O projeto nasceu em 2010 quando Daniel e sua família estavam servindo em Cabo Verde. As dificuldades por realizar a obra naquele país fizeram com que o missionário orasse buscando uma resposta de Deus.

“Em oração eu pedi ao Senhor que pudesse olhar para mim e contemplar meu coração ardente para fazer algo por missões, mas estava desfalecendo e não encontrava mais forças para continuar”, conta ele.
Foi através de um sonho que a resposta veio e assim que acordou Daniel começou a escrever o projeto de “O Cozinheiro de Deus”.

“O principal motivo deste projeto é que eu consiga chegar a campos missionários de extrema necessidade e possa capacitar pessoas através da minha profissão”, relata o chefe de cozinha.

O trabalho é importante para muitas comunidades onde o alimento físico é tão importante quanto o espiritual, assim as pequenas unidades de processamentos e fabricação de alimentos ajudam a melhorar a vida das pessoas e ainda atraem novas pessoas para o Evangelho.

Para expandir este projeto Daniel Guimarães está lançando o livro “As Saladas de Daniel” pela editora AD Santos, a verba será destinada para os vários projetos missionários que contam com a apoio do Cozinheiro de Deus, entre eles o projeto Hebrom que atua em Cabo Verde e também no nordeste brasileiro.

Para conhecer o trabalho do Cozinheiro de Deus e adquirir o livro para abençoar essa obra é só acessar o site www.ocozinheirodedeus.com.br 

O CMI - Curso de Missão Integral que tem como propósito capacitar, despertar e mobilizar pessoas para fazer missões, sejam elas leigas ou vocacionadas com disposição em fazer diferença através de sua igreja, projetos ou agências missionárias em cidades urbanas como São Paulo.

É um curso que vem se aperfeiçoando ao longo de seus nove anos de formação, com uma excelente equipe acadêmica composta de missionários formados e atuantes, treinados e qualificados para ensinar com excelência.

O curso contém aulas teóricas e práticas. As aulas práticas estarão relacionadas aos ministérios de resgate, restauração e reintegração social.

Datas e investimento:

MISSÃO CENA (São Paulo)
Início do curso: 04 de Fevereiro de 2017
Término do curso: 17 de Junho de 2017
Aulas aos Sábados das 9hs as 12hs
Investimento: Matricula R$100 + 4 parcelas de R$120

ARCA UNDERGROUND (Sorocaba)
Início do curso: 28 de Janeiro de 2017
Término do curso: 17 de Junho de 2017
Aulas aos Sábados das 15hs as 18hs
Investimento: Matricula R$100 + 4 parcelas de R$120
***Aula Inaugural com Guilherme Burjack


Inscrições: https://goo.gl/forms/XWEIXtO2PN1S6erv1

Uma ação evangelística inusitada chamou a atenção de milhares de pessoas que ouviram “a voz de Deus” em um telefone público, popularmente chamado de orelhão.

A proposta, colocada em prática pelo Ministério Só Boas Novas (SBN), foi bem recebida por muitas das pessoas que, atraídas pela curiosidade, ouviram a mensagem que o orelhão oferecia.

Para atrair a atenção, o SBN instalou um orelhão com a frase “ouça a voz de Deus” próximo a um ponto de ônibus. No lugar de um telefone, instalaram um alto-falante, e os interessados ouviram uma mensagem de evangelismo.

Uma equipe do SBN filmou as reações das pessoas e flagrou cenas de emoção. Em quatro dias, o vídeo publicado no Facebook conta com mais de 722 mil visualizações e 26 mil compartilhamentos.

 

Proposta

O ministério, liderado pelo pastor Neumoel Stina, fica na zona sul da capital paulista, e tem como foco promover a “conscientização e suporte a adolescentes e jovens para fortalecer sua valorização e crescimento social e espiritual, através de palestras, workshops e atividades culturais, com a colaboração de instituições de ensino e dos pais”, de acordo com a descrição na página oficial no Facebook.

Em outros vídeos, o foco em levar boas notícias ao público-alvo do ministério fica evidente. Há materiais com títulos como “O Verdadeiro Evangelho”, “Pare de MIMIMI”, “A Religião é Nociva à Sociedade?”, “A Vida é Uma Obra” e “A Porta Continua Estreita”, entre outros.

Para saber mais sobre a iniciativa do SBN, clique aqui.

Mais Artigos...